Terroá Cafés Especiais

“A familia Terroá: pessoas unidas pelo amor ao café bom e aromático, dedicadas a compartilhar a paixão por um produto tão generoso. Generoso como o povo chapadeiro, o café especial carrega centenas de aromas. O café que só existe assim por muito cuidado e atenção da planta até a xícara. Talvez seja o café um verdadeiro representante da união: juntos somos mais fortes, juntos rompemos limites. Poderia ser então: o café, o nosso superherói de todo dia. E a nossa missão, espalhar esse aroma pelo mundo.”

Escrito por Terroá Cafés Especiais

 

Café Jetiboca

“Café do Brasil, de Minas Gerais, das Matas de Minas, de Orizânia. Saber nossa origem é entender a nossa identidade. O Café Jetiboca é o resultado de uma história que começou há 3 gerações, com o meu bisavô, Luís Lourenço de Lima e hoje está em nossas mãos. As minhas, Rafael, do meu irmão, Fábio, e do nosso pai, Bruno. Somos um empreendimento pequeno e familiar e queremos permanecer assim, na fazenda, na torrefação e na cafeteria. Assim podemos focar no que nos importa mais, no cuidado com os produtos que fazemos e principalmente com as pessoas ao nosso redor. Começando com a Família Cruz lá na fazenda, que está com a gente por 24 anos, cuidando como ninguém das lavouras e do beneficiamento de nossos cafés.

O cheiro das sacas, as cafeteiras, os moedores. Quem já vivenciou o interior mineiro certamente sabe. Tudo o que nós fazemos por aqui é pensado para nos lembrar o quão especial é a nossa terra e o nosso café. Minas é o estado que mais produz café no Brasil. E o Brasil, o país que mais produz café no mundo. Isso quer dizer, que não há outro pedaço do mundo onde se planta mais essa planta do que aqui. Essa bebida é parte da nossa gente. E não só ela, tudo o que vem ao seu redor: as máquinas, os utensílios e os processos que usamos ao longo da nossa história com esse tal de cafezinho. Esperamos que gostem.”

Escrito pela equipe Café Jetiboca

Delmar Benelli

“São grãos de café orgânico especial, peneira 16 acima, variedade catuaí vermelho, produzidos em terras a 1.300 metros de altitudes, em Caldas, no Sul de Minas Gerais, pelo produtor Delmar Benelli que realiza manejo sem qualquer adição química e de maneira artesanal. A secagem dos grãos ocorre em terreiros suspensos e terreiro de cimento.

As torras são sempre frescas, buscando evidenciar as características e qualidade dos grãos, através de notas sensoriais e finalização com sabor marcante.”

Escrito por Delmar Benelli