Vivian Vitorelli & Sara Valar

“O projeto Casa Viccas nasceu da paixão pelo vinho das sócias Sara e Vivian. No ano de 2019 fizeram as primeiras vinificações.
As produções de vinhos brancos macerados, tintos e pet nats são em pequenas quantidades, com leveduras indígenas, sem filtragem e sem adição de produtos enológicos.”

Escrito por Vivian Vitorelli & Sara Valar

 

  • Agricultura: convencional
  • Vinhedos próprios: não
  • Qtd. de garrafas produzidas: 400 garrafas
  • Vinificação: natural

Rubem Kunz

“Minha proposta é fazer vinhos pelo método natural, sem intervenções químicas.

Tenho vinhos de uvas americanas orgânicas e viníferas de manejo convencional de viticultores que tentam usar produtos biológicos sempre que possível e que fazem uso muito racional de defensivos sintéticos. Tenho uma vinícola própria em processo adiantado de registro no MAPA.  Respeito o calendário lunar para as trasfegas. Todo o processo desde a colheita até o envase é feito por mim. A produção foi de 2800 garrafas em 2021.”

Escrito por Rubem Kunz.

 

  • Agricultura: convencional
  • Vinhedos próprios: não
  • Vinificação: natural

Lizete Vicari

“Domínio Vicari é um projeto de agricultura familiar em Monte Belo do Sul, localizado no coração da região vitivinícola da Serra Gaúcha, conduzido por Lizete Vicari e seu filho, o enólogo José Augusto Vicari Fasolo.
Focado na produção de vinhos de fermentação espontânea com mínima intervenção e sem a utilização de insumos enológicos, o projeto nasceu no ano de 2007 na Praia do Rosa em Santa Catarina.
Vinificando uvas oriundas da Serra Gaúcha produziram-se na safra de 2008 os primeiros vinhos da Domínio Vicari, um Riesling Itálico e um Merlot, a partir da safra 2014 passaram-se a utilizar também uvas provenientes da Serra Catarinense.

Em 2016 o projeto muda-se para Monte Belo do Sul, após a aquisição de uma pequena propriedade onde imediatamente começa a conversão para agricultura orgânica, são cerca de 1,7 Ha de vinhedo com as variedades Riesling Itálico, Pinot Noir, Chardonnay e Vermentino.
Desta forma, a Domínio Vicari vem produzindo vinhos de vinificação natural de diversos terroirs brasileiros, sempre procurando parcerias com produtores que visam a redução do uso de defensivos, hoje já foram vinificadas mais de 20 variedades diferentes, sempre buscando a máxima expressão da fruta e sua origem.

Vinhos únicos, elaborados por processo artesanal com acompanhamento absoluto, produzidos com leveduras selvagens, não são clarificados e nem filtrados, não fazem passagem por madeira e não contém dióxido de enxofre adicionado, vinhos sem aditivos para que a uva expresse todo o seu potencial. Vinho sem máscaras.”

Escrito pela equipe Domínio Vicari

 

  • Agricultura: convencional
  • Vinhedos próprios: não
  • Vinificação: natural

Eduardo Zenker e Gabriela Schafer

“Vinícola familiar, não intervencionista.
Usamos uvas de parceiros para fomentar nossa meta de vinificar uvas orgânicas certificadas a médio prazo.
Na vinificação seguimos nossas diretrizes listadas no Vi.V.A (Vinhos de Vinificação Ancestral) que podem ser acessadas no QRCODE contido no contrarrótulo de nossas garrafas.”

Escrito por Eduardo Zenker e Gabriela Schafer

 

  • Agricultura: em conversão e convencional
  • Vinhedos próprios: não
  • Qtd. de garrafas produzidas: 10.000 divididas em diferentes rótulos de 250 a 1000 garrafas
  • Vinificação: natural com adição de SO2

Ana Maria e Caio Mincarone

“A Cantina Mincarone é um projeto de vinícola familiar. Ana Maria Mincarone, jornalista de formação, estudou permacultura, astrologia, calendário Maia e outras vertentes esotéricas antes de resolver fazer suco de uva por extração a vapor e iniciar um curso de agricultura biodinâmica para a implantação de um vinhedo de uvas americanas na propriedade da família em Porto Alegre. Seu filho Caio Mincarone, fotógrafo de surf que mora em Florianópolis, entrou de cabeça no projeto, que então passou a focar na produção de vinhos… e o vinhedo ganhou mudas de castas europeias, principalmente nebbiolo (que produziram os primeiros cachos em 2022), mas também testando alvarinho, arinto, sangiovese, barbera, semillon e marselan. As primeiras vinificações aconteceram em 2017 sob a batuta da mestra Lizete Vicari e de seu filho José Augusto. Ana e Caio aprenderam os processos de vinificação ancestral e desde então seguem fazendo micro-vinificações experimentando diversas castas e terroirs nos mais de 20 rótulos produzidos a cada safra.

Os vinhos tranquilos Minca, tanto os tintos quanto os brancos (ou laranjas), são feitos com maceração pelicular até quase o final da fermentação alcoólica. Vinificados naturalmente, sem uso de insumos enológicos e utilizam pequenas doses do conservante sulfito (SO2) apenas se necessário, fato raríssimo até hoje. A fermentação é espontânea, com leveduras indígenas em tanques inertes. Não se realiza filtragem, clarificação, chaptalização e nem correções em geral. Em cada garrafa se encontra apenas mosto fermentado de uvas viníferas para melhor expressão do terroir.”

Escrito por Caio Mincarone

 

  • Agricultura: convencional e orgânica, dependendo do vinho
  • Vinhedos próprios: sim
  • Vinificação: natural

Paulo Backes

“A MONTE é um projeto de mapear os distintos terroirs do Sul do Brasil, produzindo vinhos que expressem a essência de cada paisagem vitícola. Foi fundada em 2017 e produz vinhos autorais de diversas castas originárias de vinhedos da Serra Gaúcha, Serra Catarinense, Serra do SE, Campos de Cima da Serra e Campanha.”

Escrito por Paulo Backes

 

  • Agricultura: convencional
  • Vinhedos próprios: não
  • Qtd. de garrafas produzidas: 800 garrafas
  • Vinificação: natural com adição de SO2

Guilherme Alves

“Sou sociólogo de formação. Comecei a me enveredar pelos caminhos da vinificação em 2016 por valorizar produtos artesanais, por me sensibilizar com o resgate dos saberes tradicionais e ser apaixonado por vinho. Entendo que a importância do trabalho artesanal está em produzir alimentos autênticos, sinceros e repletos de qualidade, além de aproximar o produtor do seu consumidor final.”

Escrito por Guilherme Alves

 

  • Agricultura: convencional
  • Vinhedos próprios: não
  • Qtd. de garrafas produzidas: depende do rótulo, varia entre 250 a 450 garrafas
  • Vinificação: natural