Mapa Naturebas

Voltar para a lista
Produtores
Santa Bárbara do Pará / Brasil
Chocolates De Mendes
Chocolates De Mendes
Chocolates De Mendes
Chocolates De Mendes

Como chegar

Rua Francisco Antônio Mescouto , 71 - Colônia Chicano

Santa Bárbara do Pará - Pará

Brasil

Um chocolate com terroir amazônico, elaborado a partir do cacau nativo da região. É essa delícia que César de Mendes produz na fábrica localizada na comunidade Colônia Chicano, em Santa Bárbara, na região metropolitana de Belém no estado do Para.

A busca pelo cacau nativo ou selvagem, levou ao estabelecimento de uma parceria com essas comunidades, que recebem treinamento para a produção de cacau fino. Isso inclui colheita, seleção, fermentação e secagem.

A Chocolate De Mendes surgiu em 2014. César, que já trabalhava com produção de chocolate, transformou seu olhar e toda a cadeia produtiva para a nova empreitada.

Antes, o chocolatier trabalhou como professor, pesquisador e consultor de empresas na área de tecnologia de alimentos. Nessa trajetória, logo percebeu que havia sempre uma expectativa das pessoas de encontrar algo mais exótico, mais alusivo à cultura amazônica. E em se tratando de chocolate, isso não existia na região. Os produtores buscavam reproduzir técnicas e a estética dos chocolates europeus de maior tradição, mas os turistas queriam experimentar um chocolate com a marca amazônica.

A busca pelo cacau nativo, levou De Mendes a criar parcerias com comunidades tradicionais da Amazônia, que recebem treinamento para a produção de cacau fino. Isso inclui colheita, seleção, fermentação e secagem.

Hoje o trabalho desenvolvido pela De Mendes tem viés cultural e dois diferenciais: uso exclusivo de cacau nativo da Amazônia e associação com comunidades tradicionais no processo produtivo.

Foi a forma que encontramos de ter relevância em relação à sociobiodiversidade, à defesa da floresta, com responsabilidade social e ambiental.Temos uma relação justa com as comunidades, pagamos um preço digno para as pessoas que trabalham conosco. É um trabalho de valorização desse cacau e de favorecimento das comunidades envolvidas, para que elas possam vender o cacau por um preço melhor.

Voltar para a lista